Sexta-feira, 28 de Dezembro de 2018

USER_SCOPED_TEMP_DATA_MSGR_PHOTO_FOR_UPLOAD_154568

Sei que estavas tão orgulhoso deste momento...

Eu ainda estava presente, a fazer o assado, a imaginar se me lembraria amanhã, o que fiz. 

Lembro. Já estamos a melhorar. 

 

Já não é uma falta que mata. Só um desejo de que ninguém esteja por.perto para lembrar a tua falta.

 

Da me uns anos... Que eles correm como se fossem dias.

 

Deixa me ser, antes de deixar de ser outra vez. Deixa me ser. Deixa que a minha poeira assente. 

 

Deixa me ser egoísta e essa é a minha prenda, deixa-me ter família, um bocadinho mais...

Sabes que te adoro... Deixa me pescar...

 

Deixa ser ainda um pouco de ti...

 

Adoro te . Pai. Fica comigo... Só mais um momento.



publicado por maaf às 22:11
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

0D72EBDF-E951-4B53-9C2C-59EFFD6A826B.jpeg

Vamos crer que ainda houve engano nas velas... 

 

Belo aniversário de uns 29... E as velas foram 24.... 

 

 

Foi tão único e especial...

 

Nunca levei um aniversário de tão leve, como agora..

 

Estamos longe e perto...

 

Nem se trata de saudade ou dor...

 

Agora é uma estranha geografia, entre quem se foi e quem está cá tão perto , a fazer de conta que nem existo. 

 

Já não digo, " pai, tenho saudades tuas", que tenho... Obvio...

 

Mas tenho saudades da burra, que era eu , e que tu sabias, que ia ter saudades de quem nos deixou a 100 metros de casa...

 

Sim, tenho muitas saudades da minha família, de um aniversário como manda a lei.... Mas somos nos, os 4 a família inteira... 

 

Não desejo mais que isso. 

É suficiente para mim, porque é apenas mais um ano... Um ano de dor e de conquistas... E mesmo as vezes a morrer de ressaca, de cansaço, de tudo... Muita coisa foi feita..

 

E por isso, estou orgulhosa de toda a equipa, a equipa que tem o tu o tu E nome.

 

Parabéns Duarte. 

 

Não foi fácil. Não é fácil, mas "que o meu nome " se pronuncie como sempre se pronunciou, sem nenhuma ênfase, sem rosto de sombra. A vida continua significando o que significou: continua sendo o que era. O cordão da União não se quebrou, porque eu estaria fora dos teus pensamentos.. Não estou longe, somente estou do outro lado do caminho."

 

Parabéns pai. Parabéns mãe, ficas com uma rica peste.

 

Amo-vos, como os pulmões amam o ar, como o coração ama o sangue,

José, dad, mãe, Pedro e Inês... Vocês são o meu tudo....

 

Para sempre...



publicado por maaf às 22:00
Terça-feira, 24 de Abril de 2018

received_2147684295249579.gif

Custa admitir...

 

Custa tanta coisa... Eu quero ser eu..

 

Por as tropas a andar... Eu...

 

Miss you... Não quero sentir mais a minha falta.



publicado por maaf às 22:33
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018

quem é filho da puta que diz aos filhos que trabalha de noite para tomar conta do pai, que faz quimio, durante o dia... quando nem sequer fala com um pai que sempre lhe abriu a porta???,

 

quem é o filho da puta, que vê os filhos de 3 em 3 meses e julga uma mãe??? Quando lhe meteu os cornos enquanto ela via o seu pai morrer???

 

que filha da puta de mundo é este?

 

que merda de gente é esta????

 

estou farta. Deixem-me em paz.... vai chatear o caralho... mas deixa-me em paz... seu louco, doente, preverso....

 

nao me tratas mal nunca mais...



publicado por maaf às 21:21
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018

0D72EBDF-E951-4B53-9C2C-59EFFD6A826B.jpeg

SEm querer e sem pedir e sem pensar...

 

eis que vem memorias de tempos datados.

 

fizes-te de mim tua filha,

 

mas fizes-te da tua morte quem sou...

adormeci tanto tempo, que nem acredito que ja passaram dois anos e tres meses...

ainda sinto que vou estar contigo quando chegar a casa...

 

ainda choro, por te trazer por te trazer para casa numa ambulancia...

 

a mae perguntou “nao te vais despedir do teu pai?”

 

e eu beijei-te as maos... e pensei “ estou a enterrar o último homem, ja nao se fazem maos assim.”

 

hoje, sinto a tua falta.

Ontem, relembrei uma caminada de espinhos, que nao desejo a ninguem....

 

e neste momento, precisava muito que me dissesses: avança ou deixa-te andar.... que sao coisas bem diferentes para mim...

 

ainda preciso de ti

ainda sinto a tua falta Embora me sinta confusa com o que encontro.. Não tenha a sorte de tropeçar em pedras... Ainda existem mãos de quem sabe trabalhar? Ainda existes neste mundo onde ninguem faz nada??? Puxa pais... this is a mess of a mind... you told me i would get there 10 years ago... "Começamos de novo Temos muito a fazer Não perdi o juízo Podes ver para querer Chega bem mais perto Abraça-me devagar Diz-me tudo o que pensas Vamos recomeçar Ainda naquele dia Por acaso pensei Nas palavras que dizes Que sabem sempre tão bem Fico mais desperto Ao que tenho para ver O coração aguenta Não tenho como ceder Começamos de novo Havemos de lá chegar Faz parte do jogo Ter força para mudar Começamos de novo Havemos de lá chegar Gosto desse teu jeito Desse teu modo de estar Parece tudo perfeito Quando te ouço falar Tens essa pose elegante Que faz um homem querer O teu riso contagiante Não temos tempo a perder Quando me vires a passar Vem à janela e sorri Levanto os braços ao luar Para que te lembres de mim Sou um homem que luta Que consegue parar Sem medalhas ao peito Mas com tanto para dar Começamos de novo Havemos de lá chegar Faz parte do jogo A força para mudar Começamos de novo Havemos de lá chegar Este céu é o limite Os rios correm para o mar Havemos de lá chegar" João Pedro Pais Para ti... Obrigado pela Paciência.... Foi uma piada LOOOOLLL Je t'aime Bond.... José Duarte Bond Havemos de lá chegar 



publicado por maaf às 21:34
Domingo, 11 de Fevereiro de 2018

Hoje encontrei-te em pensamentos normais... mas vies-te até mim, como teria que ser... Neste momento ouço a chuva a cair e tu a dizeres “os teus primos em França, não iam acreditar que estás cá fora “... Há tanta coisa que eu nao ia acreditar... Tanta mesmo... se estivesses aqui em frente à mim... Estarias apenas a dizer: “justiça foi feita”. Porque raio eu não sinto isso? Não era este tipo de justiça que pretendia. Queria uma pessoa normal que não faz mal aos outros , como me fez a mim. Agora vejo como fui mal tratada e agora julgada na praça pública... coisas que sinceramente não mexem sequer com o meu horário. Sei que estás por aqui... Entendo quase tudo, até uma estrada de 3 vias e uma camioneta a seguir sossegadamente o seu caminho... Não devo pedir mais, já estou num céu.... mas quero um bocadinho mais.... Aquela peça que perdi... que me faz ser todo um eu... Miss You. Mesmo que estejas sempre comigo... Perdoa-me. Pelo tempo que perdi... está na hora de meter mãos na lama... Je t’aime...



publicado por maaf às 15:10
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

70BE90C9-D25B-4087-90B1-16410FE6178A.jpeg

Nao te chamaria “amor” mas fazes-me falta

Tento não dar parte fraca e mostrar a falta que me fazes.. A vontade que tenho de estar contigo sempre que possível... Não existem elos, ou relação ou coisa... apenas uma sincera vontade de sentir que és um querido comigo... Bolas... como gosto de ti...



publicado por maaf às 22:04
Domingo, 19 de Novembro de 2017

Há dois anos atrás, percorria o caminho mais certo e doloroso que alguma vez percorri... Depois de fugir com a confirmação de algo que já sabia, tinha que voltar para ouvir "vamos para casa"... e assim foi... não foi fácil... Discussões. Mini cursos e explicações para algo que eu já sabia que não valia a pena perder tempo... Fiquei contigo, voltamos a casa... para nos despedirmos, da vida, como a conhecíamos... És tão corajoso. Fui tão fraca Amo-te até ao céu. Até as estrelas onde um dia me vais receber... Até já pai...

IMG_7254.JPG



publicado por maaf às 14:28
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

FB55B00A-3D71-4BE0-9679-E84FFF3FFDC1-295-0000002E5

Dos Momentos que sinto passar de bestial a besta... Nos tempos que as circunstâncias me fazem reagir de forma que detesto... Nos minutos que os poucos pagam por uma revolta que nem tenho o direito de ter. Sinto-me revoltada com revoltas que não deviam ser minhas. Sinto-me num local escuro, presa por minha chave... Quero-me libertar. Para ser quem sempre fui. Quero ter a coragem de agarrar a vida pelos cornos... Porque esta vida é um touro de 400kg... que eu bloquei-o há demasiado tempo... Já não consigo fazê-lo sozinha... Já não posso abdicar de ajuda.... Estou derrubada e cansada.... Não foi isto que planeei, mas não vou baixar mais a asas... Agora quero voar. Quero sonhar. Quero ser eu... Quero sentir amor por mim. Amor pela vida. Quero visualizar um futuro... Onde pelo menos, os pneus do carro não sejam um problema porque não consigo tirar válvulas para os encher... Estou cansada sabe inércia.. cansada de ser uma sombra minha... Está na hora de acordar das cinzas. Aceitar e seguir em frente... Para o que Deus tiver para mim...



publicado por maaf às 21:11
Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017

IMG_6478.JPG

Há dois anos atrás, levei-te ao hospital. De coração partido... Percorrendo um caminho que nunca tinha percorrido... Estive 12 horas no hospital até te internarem.... vi-te a cada meia hora... Não te vi, na multidão de desespero e doentes na sala amarela... Vi gente desfalecer, enquanto eu falava com alguém do IPO, e te via com tudos estranhos... Vi-re passar por tudo com tanta dignidade.... que nunca esquecerei... Durante o dia de hoje... relembrei, a quantidade de vezes que fui ao wc, ou fumar, para dizer à mãe, sim está tudo bem, ele vai ficar bem... Lembro-me de te ter levado aos exames que pude contigo... para não ouvir nada que me fizesse sorrir... tentei brincar contigo... mas tu estavas mais preocupado com os outros... A mãe, eu, os miúdos... Lembro-me de quando disseram o meu nome ou o familiares de ti, para ir falar com a médica e ela que disse: "está a par do que se passa?" Eu apenas acedi com a cabeça... Lembro de me deixarem ficar para além dos 5 minutos, naquela sala de terror, para te poder acompanhar ao teu quase último quarto... tinhas te despedido do teu, naquela manhã... Lembro-me do senhor que estava ao teu lado... cheio do botijas e a enfermeira a dar-lhe Alta e a perguntar se ele não tinha ninguém que o viesse buscar... o senhor cheirava mal... Ele respondeu humildemente: desde que a minha mulher morreu, estou sozinho... faço a minha comida... trato de mim" "E como veio para aqui?" "Vim de táxi." Eu virei costas, naquele espaço pequeno, e olhei para um carro de reanimação... as lágrimas corriam-me... como uma pessoas pode estar tão só.??? Por momentos, olhei-te, naquele momento eras apenas mais um paciente naquele mar terrível... 45 min depois... subimos, a primeira coisa que vi, foi que a única cruz do piso estava mesmo enfrente a tua cama... Perguntas-te pelo pijama... e eu falhei... disse-te que ficarias com o pijama do hospital e pela manhã te traria o teu próprio pijama.... Agora penso que só tinha que caminhar mais uns 5 km (ida e volta) para ir ao carro... Mas eu só queria deixar a mãe e ir chorar sozinha... 5 Minutos naquele longo dia... o dia ficou ainda mais longo... Ontem senti que podia perder o que resta de mim, a mãe, esteve num imenso perigo... senti o mesmo desespero que senti há dois anos... a impotência de nada poder fazer... Pai... passaria anos se fosse preciso a tratar de tudo o que precisarias... mas Deus assim não o quis.. E sei que Deus fez o melhor, embora ainda doa muito... Vai sempre doer, mas faz da Mãe um super ser... e deixa-a mais uns tempos longos comigo.... Preciso de ti... e preciso dela... Sabes que daria a minha vida por vos.. sabes que pensei em dar-te o meu fígado... não foi possível... Mas pai... ainda estás comigo... fica connosco.. Adoro-te...



publicado por maaf às 19:30
mais sobre mim
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO