Quarta-feira, 01 de Junho de 2022

Porquê? 

Tantos porquês por responder.. 

Porquê? 

Porque não foste corajoso??? 



publicado por maaf às 23:44
Segunda-feira, 28 de Março de 2022

Então as lamúrias acabam. 

Afinal, sim eu estiver morta, num coma que escolhi, num coma que senti saudade. 

Senti dor de saudade, quis ter tudo aquilo para mim. 

Até que decidi dar uns passos.. 

 

Acordar para a vida que eu criei, que é top. 

 

Acordar de um coma, onde TU NÃO EXISTES MAIS. 

PORQUE EU PAGUEI UM DIVÓRCIO QUE ASSIM ME PERMITIU VIVER. 

estive uns 14 anos em coma. Mas acordei para uma vida muito própria, muito minha.. 

E onde gente ma, não faz parte. 

Acordei livre. 

Tarde, mas livre. 

Livre para viver cada momento com  os meus filhos... Em toda uma galhofa tremenda..  

E mais vale tarde, do que nunca... 

 

Não sei se amanhã deixo de fumar. 

Mas sei que hoje, deixo de te amar. 

Deixo de pensar em tudo o que não estas.

Não estas, porque nunca o quisesse te. 

E eu hoje aprendi que sou livre, para deixar de fumar enquanto te espero. 

Enquanto choro... Enquanto Rio.. 

Porque afinal quem esteve em coma, não fui eu. Eu estive aqui... Mesmo que neia morta.. Eu estive aqui..e não é "o mérito é teu! "

Eu sofri. Mas sobrevivi... É haja justiça neste mundo, para que todas as mulheres ACORDEM e deixem de ser moribundas, por alguém que as faz escravas de si mesmas. 

Que todos os comas de violência psicológica ACORDEM. 

Ninguém está preso a ninguém. 

E eu acordei. Sou livre.. Eu sou eu. 

55895_000e5pzx1.jpg



publicado por maaf às 22:30
Quinta-feira, 28 de Outubro de 2021

Olá a todos... 

Finalmente fui fazer a minha primeira experiencia com um psicologo... sem o querer enganar, portanto, a ser séria, a dar tudo de mim, porque realmente preciso dessa ajuda..

 

Numa primeira consulta, sai de lá cheia de dores de cabeça, pois fazer um resumo daquilo que ele teria que aturar, não foi facil.. para ambos... mexican novel...

 

Não é facil para mim, simplesmente ser "humana", ser "fraca", ser aquilo que sou sozinha, quando me doi todo um corpo e o que parecem várias almas em mim.. que me deixam a tentar sobreviver aquele momento, e áquele dia... e dar graças a Deus por acordar no dia seguinte..

 

Enfim.. todos já devemos ter passado por aqui.. ou ali...

 

Numa segunda consulta, sem tocar nos pontos mais criticos da minha existência, chegamos a uma conclusão que preciso de fazer um luto de mim mesma..

não sei bem o que isto poderá ser, mas parece fazer tanto sentido..

preciso mesmo de fazer um super reboot do meu software, porque até o hardware já está todo queimado.

 

Uma das minhas palavras que nos fez chegar a este ponto 

"vivo de forma mecanica"

"perdi pedaços de mim ao longo do caminho"...

Ao que ele me questiona: "e não ganhou nada?"

- Não. não o sinto... pode parecer egiosta, mas não sinto que tenha ganho absolutamente niente.."

 

No decorrer da semana, a conversa persiste na minha cabeça, se calhar acontece a todos os que foram inteligentes e foram falar com alguem, quando a madrasta lhes bateu à porta... mas eu sou nova nisto..

 

.. e eis que então, o meu filho, me questiona sobre os meus namoriscos de miuda... e ... sai dali algo que sempre aspirei... e nunca achei ter conseguido...

 

o rapaz, conta-me ao pormenor, a sua primeira experiencia de "pedir em namoro" como um gentelman... um primeiro beijo... e o que falaram... etc..

 

que experiência mais maravilhosa...

 

"Não ganhou nada?" - Claro que ganhei, hoje sinto que fiz um check mate...

Eu ganhei a confiança do meu filho.. e não existe melhor sentimento que este...

Sinto -me a Ronalda das mães... 

Sinto-me realizada...

Estou tão feliz por ele... e pela partilha das borboletas e afins...

 

adoro a minha vida.. mesmo que não o mostre.

adoro o carinho que o PI da vida me deu.

 

e adoro esta canto que é meu... e posso dizer simplesmente o que me apetece...

 

Beijocas e vamos tentar ser felizes...

 

-LOVE-love-36983825-1680-1050.jpg

 



publicado por maaf às 21:01
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015

Todas as pessoas têm uma história para contar, todas as vidas dão um romance autentico, um filme emocionante… uma lição para a nossa própria vida! Mas estamos sempre tão interessados na procura de nomes conhecidos nessas peças, livros ou filmes, que esquecemos que os nossos nomes não os mais importantes, porque são os reais, e são eles que dão vida a todo o planeta! Quem melhor que nós mesmo para contar a nossa própria historia. Para os finais felizes já sabemos que temos que acompanhar os nossos filhos nos nossos memoráveis filmes da Disney….

 

Os finais felizes na vida real não têm fim…. Mas vão sendo, dia à dia, o nosso fim…

~

Se achar que ganhar o totoloto é um grande sonho inatingível… criar uma família é um sonho inatingível bem maior! Bem mais difícil. é como disse a um amigo, por trás de uma foto real existem bastidores muito complicados de montar…

 

O tempo faz-nos descobrir coisas engraçadas…  Sempre detestei gatos, mas sempre tive medo de cães, afinal gosto de gatos… sempre me achei muito boa com crianças, e descobri que afinal não tenho assim tanto jeito ou gosto…

Achava que gostava de uma boa história de amor… não gostava de Romeu e Julieta porque acabava mal, gostava de acreditar que somos nós quem faz os finais felizes. Afinal prefiro comédias, se vou estar 90 minutos enfrente à televisão que seja a rir e não a chorar por uma porcaria qualquer…

Não mudei de ideias em relação a nada! Só não dei ao tempo, o devido tempo para me fazer perceber quem eu sou realmente. E de momento, há demasiadas distracções para o descobrir, ou serão estas distracções que me fazem a pouco e pouco descobrir de que matéria sou feita!



publicado por maaf às 16:02

11901749_10204353244105392_1416911547_o.jpg

11874670_10204352971498577_1845957865_o.jpg

 Um Mês.. 

4 semanas que passei a recordar cada dia que foi sendo marcante... 

Agora vou voltar aos dias da semana... As segundas serão apenas segundas, as terças serão apenas terças.... etc... 

Está na hora de deixar de pensar que há quinta feira estou contigo... que na terça foi aquilo, que na quarta foi outra coisa qualquer... 

Vou voltar a saber que dia é da semana, que é mais um dia de luta... mais um dia de vida... para viver... 

 

Não para esquecer, mas para seguir-mos em paz... 

Apesar de ser a semana de Natal... Sinto-me maravilhosamente bem... 

Sei que vamos estar sempre perto... e não importa que dia é... ou que festa é... 

 

Há um mês atras, foi aqui que ficamos felizes e a pescar...

Um caminho feito tantas vezes... e que continuo a fazer... 

Foi aqui que pesquei a minha primeira enguia... sem medo, nem nojo... nem gritos... foi giro...

 

e é assim que quero ficar... com estas memórias, destas viagens, tantas vezes sem destino, que nos levavas a sitios tão marcantes como este... 

 

Passo a passo... um dia de cada vez... e o que sinto vai-se transformando em saudade, mas de uma forma muito saudavel... 

Uma saudade que me faz relembrar tudo o que fizes-te de mim...

Uma saudade que me faz orgulhosa de ser quem sou... o que represento e o que me deixas para ensinar!!! 

 

Always together... Always in my heart... Always close to me.... 

 

See you soon!

 

Manda

 

Faltou uma coisa no post de hoje...

https://youtu.be/Hn0j8UjTfKY

 

Passo a Passo do João Pedro Pais...

A musica que ouvi quando ia a caminho de ti... na nossa ultima penultima quinta feira...

Nós sabemos, que parece que ele escreveu a musica para nós...

Quem perguntar por ti.. eu vou contar o que vives-te...

Fica no teu caminho...

Mas não te esqueças de nós... 

Eu conto tudo o que vives-te.. ou pelo menos, o que sei... beijo...

 



publicado por maaf às 11:28
Domingo, 20 de Dezembro de 2015

Foi uma noite gira.. Foi um dia em grande... Fui fazer o que tinha a fazer está manhã... Vim super zen... Vim super "eu"... Fui trabalhar... Dei o meu melhor... Fui a um jantar de mulheres... Meu deus... Aquilo que vejo, nem pestanejo... Mais uma vez, obrigado por me teres dado a minha independência... Fomos dançar... Foi giro... Além de ter o "espanta gado" por perto... Ainda consegui "brincar"... Não é a palavra certa.. Mas tu entendes... As 4 horas da manhã.. Olhei o relógio... Há 4 semanas atrás estava no pátio... Ainda incrédula... Será que estava tudo a acontecer? Aconteceu mesmo? Aconteceu... Politicamente... Não é correcto ir dançar.. Apenas 4 semanas após a tua partida.. Mas tu sabes o que penso sobre o "politicamente correcto"... As 4 da manhã... Com os pés e o corpo cansados... Olhei para o nosso relógio... Estavas comigo... No meu pensamento... Só disse "obrigado... Gostei muito..." Foram as únicas palavras que disse ao fulano que me distraiu esta noite... Ele sorriu e respondeu "eu também.." Foi a ultima hora... Eu sei que tenho que parar de te escrever.. Mas quero lembrar-me destas coisas... Quero saber o que fiz, como fiz, como arranjei força para ir ultrapassando a tua partida... Nunca fui tão mimada por ti, como agora... Agora que não estás.. Ensinas-te-me a ser de pedra... E tenho sido... Nada mais.. Neste momento tanto me faz sentir mal ou bem, do que a tua falta ou a tua presença... Habituas-me mal... Disse isso tantas vezes, como quem diz "adoro-te"... Mas não havia essa proximidade de sentimentos... Sinto-me num fim.. Mas sei que após um Fim... Há um Começo... Habituas-te-me mal... Porque me explicavas as pressas tudo o que devia ter aprendido... Como não afogar o motor do poço... Como as torneiras... Raio das torneiras... Não me entendo com elas.. Mas também te culpei tantas vezes... "Eu devia ter nascido homem".... E tudo seria mais fácil para mim.. Muita coisa não prestei atenção.... "Ela nunca pousa os pés no chão"... É verdade... Não tenho tempo... Mas arranjei tempo para ti... Mesmo sem por os pés no chão... Agora vou pousa-los... Numa relva fresca... Onde verás uma tatuagem em cada um dos meus pés... As tatuagens que não entendes-te.... "Pedro" no pé direito... "Inês" no pé esquerdo... Não foi à sorte... Tu sabes agora... Nada foi ao acaso... Nem mesmo o velhinho que me apoiava e dizia que tudo ia correr bem contigo... O senhor não sabia das minhas tatuagens, recém feitas, nessa altura... Lol E disse-me "os pés assentes no chão... O caminho é para a frente." Ainda não percebi de onde o senhor me conhece... Mas tenho-lhe todo o respeito.. Porque quando as fiz... E eu não gosto de tatuagens em mim.... Mas Fiz a pensar nisso mesmo... "Força para caminhar em frente". Nada me acontece por acaso... Nem mesmo as lapadas que a vida me da ao mesmo tempo.... Não fui, não sou, nunca serei, a coragem, a vontade, a dedicação, que tu foste... Mesmo isso custando tanta revolta em Mim, durante tantos anos... Agora percebo... Sou mãe. A prioridade é dar-lhes o que precisam... São 6 da manhã... Estou acordada há horas demais... Hoje, antes da meia noite.. As 21h.. Estávamos a pescar... Estaremos sempre num terreno neutro... Contei tudo à mãe... Sei, que quando ela chegar só me vai abraçar... E agora sim.. De consciência tranquila... Farei o que prometi... Eu vou olhar por ela... Ela vai olhar por mim (e eu sou 3)... Vamos fazer o que queres.. Lamento.. Não te ter mostrado o último serviço feito... Mas pai... Aquilo foi tão bom quem bem as portas... Até eu, faria melhor... Mas tu encontras-te a foto que eu apenas imaginei... E assim será... A partir de janeiro... Vou-me agarrar de unhas e dentes. Vou fazer o que tu queres... E agora... Vou dormir. Fica em paz.

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg



publicado por maaf às 05:48
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2015

image.jpg

Hoje faz 3 semanas... Que acordei por esta hora agarrada a uma pasta que me deram para as mãos... Condolências... Sentimentos... Lamentamos a sua perda.... Etc... Lembro-me quando te começas-te a despedir de mim, todas as noites... Porque fazias questão de me apertar a mão com força... Nos nunca nos tocávamos... Sempre tão distantes e tão próximos... Eu sei quando soubes-te que ia ser breve... Porque me apertavas a mão, quando vinha embora e tinha que te deixar... Sozinho... Só vi esse aperto de mão a uma pessoa.. Que talvez encontre amanhã. É, pai, amanhã tenho que ir aquele hospital... E Vou tentar encontrar a pessoa a quem apertas-te a mão... Como apertavas a minha... Mas a Essa pessoa, pedis-te "ajude-me, por favor." Não tenho palavras para exprimir o que senti no momento que fizes-te isso... Porque tu.. Tu nunca pedis-te ajuda... Ou pelo menos não dessa forma... Eu vou agradecer tudo o que fizeram Por nos... Foi tudo tão duro... Mas essas palavras tuas.. Foram o mais duro, porque eu desconhecia o medo nos teus olhos, até aquele momento... Ter medo, não é sinal de fraqueza, é sinal que somos apenas humanos... Estou sozinha agora... Não tenho medo... Quem me conhece... Diria que é impossível eu não ter medo de estar sozinha... Na verdade, perdi o medo... Até de ratos, ahahahha... Tu sabes... Medo de que? O pior aconteceu... E mesmo sendo tão mau... Eu tenho que agradecer aos céus.... Esta parte doi. Agradecer algo que me foi tanto... Eu disse que seria como perder as pernas... É pior... Muro de Berlim em cima de mim?? Não sei... Não sei explicar.. Entre a paz de estares em paz e falta que nos vais fazer... Não sei como me Sinto... Hoje no facebook... Apareceu uma frase engraçada... "Quando comeres um fruto, pensa em quem Plantou a árvore".... Eu partilhei... Mas só eu e tu entendemos... Cada vez que um neto nascia, querias plantar uma árvore... Quises-te plantar e plantas-te... Tantas árvores de fruto... E eu ainda nem Fui olhar para elas... Apanhei as tangerinas... Mas a ultima que comi, foi contigo.. Lembras-te? Faz hoje três semanas... Eu não ia tocar-te nunca mais... Mas a mãe disse :"não te vais despedir do teu pai?" E por respeito a ela... Beijei as tuas mãos.. A ultima vez... E pensei: "já não se fazem maos assim..." "Estamos a sepultar um dos últimos HOMENS que existiram...." E, conforme prometi... E tu sabes como sou em relação a funerais... Fiquei contigo "até ao fim".... Até me perguntarem; "podemos começar a cobrir com terra?" Eu olhei, nem sei para quem me fez essa pergunta... E acenei que sim... Fiquei até ao fim. Sei que não devo... Mas foi só há 3 semanas... E já passei por tanto depois disso... Que isto parece irreal... Fica comigo só um Segundo... Aperta-me a mão só mais uma vez...

Ajuda-me a ser firme. Como tu. Je t'aime... "Sabes que gosto muito de ti, não sabes?" Eu sei que sempre soubes-te... A mãe faz-me falta... Mas eu quero que ela esteja bem para superar a saudade que deixas... Perdi-te... E pedi a mãe para fugir um mês.... Oh "levadas".... Estou de joelhos perante o mundo... Pedi a deus que te levasse em paz... E em paz foste... Eu estava lá.. E mãe também... Fazes-me falta.. Chateia-me por causa do computador... Chateia-me porque tenho que tratar das finanças... Chateia-me.. Ralha comigo porque sou tola... Como vou viver sem ti...



publicado por maaf às 20:39
Domingo, 13 de Dezembro de 2015

image.jpg

Quando fiz 28 anos... Verdadeiramente (porque hoje brinquei que fazia 28)... Pedi ao meu pai que me fosse buscar o bolo à pastelaria... Claro que não lhe disse que velas trazer... Parti do princípio que ele saberia.. Quando abri a caixa, ele tinha trazido velas para 24 anos... Eu achei tanta piada... Que lhe disse que foi uma boa prenda... Aos 15 anos, ele dizia-me "aos 20 anos isso passa-te"... Aos 20... Ele mudou para 25... Aos 25 mudou para 30... Penso que aos 28... Ele não querendo errar, "enganou-se" nas velas... Aos 30 não me disse mais nada... Hoje (ontem) fui-te dar os parabéns... Há 34 anos atrás foste pai pela ultima vez... Cristo morreu com 33 anos... Eu...estive "em coma" algumas vezes até aos 32... Mas durante os 33, sinto que morri... Várias vezes... Mas agora.. Sobrevivi à idade da morte de Cristo... E acredito profundamente que os 34 serão um ano de renovação... Libertei todas as amarras... Agora sou eu. Acordada. Sem comas... Sem rede de salvação por baixo... Aceitarei de bom grado o que a vida tem para me dar... Sei que ainda tem muito para mim... Das cinzas, nascem rebentos e eucaliptos tão verdes e jovens... Vai ser um novo ano... Vai ser tudo tão diferente... Mas nesta "liberdade" que os pássaros e pardais... Me apontem sempre o caminho certo...



publicado por maaf às 01:17
Segunda-feira, 07 de Dezembro de 2015

Desculpa por ter achado que querias o Bruno a levar a tua urna.. Desculpa , se num momento de fraqueza deixei aquele, ordinário... Sem abrigo.., que viveu em minha casa... Na casa que tímida construís-te... Viveu aqui por caridade... Nunca pagou um conta sequer...

E hoje... 15 dias após a tua partida... 8 dias após ele ter saído de casa... Apresenta uma namorada aos filhos.. Quando deve dois meses de pensão de alimentos.. Perdoa-me, levadas, por ter deixado uma coisa...que nem é gente ter tocado na tua urna... Tu sabes o que sinto neste momento,.. Tentei o Meu melhor... Por ti.. Mas enquanto eu pedi Favores... Ele vivia no teu tecto.. Não julgo Ninguém... Não sou nenhuma santa.. Mas ele nunca mereceu... Os teus pensamentos... Os meus filhos vão ficar bem... E vai aparecer a pessoa certa... "Escolhes/te mal" disse/me esta semana alguém que comparo a ti... Escolhi mal.... Muito Mal mesmo... Mas ainda estou de pé... Ainda aguento estas coisas que vejo e oiço... Está na altura de avançar... Ajuda-me... Sei que não devo.... Pedir.. Mas alguém me ajude a trazer/me algo digno de nos... Please daddy...image.jpg

p>


tags:

publicado por maaf às 01:14
Sábado, 05 de Dezembro de 2015

E foi a esta hora que cheguei a casa, há 15 dias... Só perguntavas por mim. Já cheguei pai. T

- tens dores? Sim. Disse ele, como pode... Eu acabava de chegar da farmácia para trazer mediação para dores e para o acalmar... -não te preocupes, isso já passa... Dei-lhe um comprimido para as dores, mas ele começou a vomitar.... Mergulhei um outro Comprimido no chá pleno... E fiz com que ele chupasse o comprimido com as esponjas.. "Liga ao Armindo. - queres vê-lo? - não. A rapariga do porto tem que me dar alta, tens que dar o meu bi ao Ernesto para tratarem de tudo. Liga ao Moutinho." Eu respondi... "Já tenho a alta do porto... " Ele respondeu: "é para avançar?" "- se assim queres... Sim é para avançar..." É verdade, o Meu pai, pediu-me para iniciar a sua partida.. "Sabes, manda, isto é terminal, é para avançar...!" "É, pai, eu sei, e eu estou aqui.."

Pedi a minha Mãe que fosse tomar um banho descansada,, eu não ia deixá-lo... A minha mãe Foi... Tomar um banho.., Nunca beijei o Meu pai... Não era coisa nossa... Mas agarrei bem as mais dele... "Estamos aqui"... Quando a minha mãe voltou... Eu já lhe dizia "Se vires alguém que conheces: o teu pai.. A tua mãe... O teu padrinho... A tia são... Segue-os... O Pedro e a Inês vao ficar bem... Sabes que mesmo não estando aqui... Vais estar sempre Connosco..." Ele acenou, quase de uma firme psíquica, que sim... A minha mãe ouve isto e diz-me "oh manda".. Eu só disse... "Tem calma... Está na hora de partir... Vamos dar-lhe paz."

"Eu vou tomar conta da mãe" e apontei para a minha mãe, destroçada.... Queres que repetirá, pai?? Ele assentiu... Eu repeti "eu vou tomar conta da mãe. Prometo. O Pedro e a Inês vão ficar bem,. Eu trato de tudo... Vai em paz. Segue o teu caminho...." Vi o coração dele parar pelos menos 3 vezes.. "Oh coração forte.... Já não há homens como tu... Mas eu vou fazer o que posso... Deixa-te ir em paz, pai..." Já não há homens como tu... Aí como eu te adoro.... Só deus sabe..." Ele assentiu com os olhos... Agarrei as mãos do meu pai, como se eu própria estivesse a partir... A minha mãe, disse "pede perdão ao teu pai, nos não nos dávamos bem, mas pede-lhe perdão... Eu gostava dele e ele de mim... Ele suspirou.. Era o que faltava ouvir... A minha mao, estava sobre o seu peito e a outra agarrada as mãos daquele jovem da camisola verde... Eu percebi, que ele ia partir.. Estava tudo dito... Apertei-o com mais força... "Pai, estamos a pescar... Eu estou a brincar na água... Tu ralhas, porque te afasto os peixes... Mas estamos tão felizes... Vai em paz... Vais estar sempre connosco... E nos contigo..." E assim as 21h de há 15 dias atrás, 21 de novembro...de 2015, fechei os olhos do homem da minha vida. Vou tomar conta do que prometi. A tua mulher e dos meus filhos.. So help me good Obrigado por tudo o que tives-te tempo de ensinar ao meu Pedro... Acho que agora entendes porque quis tanto ter um rapaz... Quis alguém com o teu ADN... Alguen que juntasse a minha faceta feminina com a tua força masculina.. Guia o meu Pedro, o teu pedrinha... Que foi abandonado pelo pai, dois dias após o teu funeral... Não te peço ajuda.. Não te peço mais, do que me deste em educação e em apoio quando precisei... Mas olha pelo meu filho... Bate a janela... Se quiseres, eu não vou ter medo... Eu disse-te "sabes que gosto muito de ti!" A verdade é que sempre vivi para te orgulhastes de mim... Adoro-te levadas... Segue o teu caminho... Vou fazer o que posso..Untitled-1.jpg

p>


tags:
sinto-me: Meu querido, meu velho, meu

publicado por maaf às 15:40
mais sobre mim
Junho 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO