Domingo, 13 de Dezembro de 2015

image.jpg

Quando fiz 28 anos... Verdadeiramente (porque hoje brinquei que fazia 28)... Pedi ao meu pai que me fosse buscar o bolo à pastelaria... Claro que não lhe disse que velas trazer... Parti do princípio que ele saberia.. Quando abri a caixa, ele tinha trazido velas para 24 anos... Eu achei tanta piada... Que lhe disse que foi uma boa prenda... Aos 15 anos, ele dizia-me "aos 20 anos isso passa-te"... Aos 20... Ele mudou para 25... Aos 25 mudou para 30... Penso que aos 28... Ele não querendo errar, "enganou-se" nas velas... Aos 30 não me disse mais nada... Hoje (ontem) fui-te dar os parabéns... Há 34 anos atrás foste pai pela ultima vez... Cristo morreu com 33 anos... Eu...estive "em coma" algumas vezes até aos 32... Mas durante os 33, sinto que morri... Várias vezes... Mas agora.. Sobrevivi à idade da morte de Cristo... E acredito profundamente que os 34 serão um ano de renovação... Libertei todas as amarras... Agora sou eu. Acordada. Sem comas... Sem rede de salvação por baixo... Aceitarei de bom grado o que a vida tem para me dar... Sei que ainda tem muito para mim... Das cinzas, nascem rebentos e eucaliptos tão verdes e jovens... Vai ser um novo ano... Vai ser tudo tão diferente... Mas nesta "liberdade" que os pássaros e pardais... Me apontem sempre o caminho certo...



publicado por maaf às 01:17
mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
16
18
19

22
23
24
26

27
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO