Sábado, 05 de Dezembro de 2015

E foi a esta hora que cheguei a casa, há 15 dias... Só perguntavas por mim. Já cheguei pai. T

- tens dores? Sim. Disse ele, como pode... Eu acabava de chegar da farmácia para trazer mediação para dores e para o acalmar... -não te preocupes, isso já passa... Dei-lhe um comprimido para as dores, mas ele começou a vomitar.... Mergulhei um outro Comprimido no chá pleno... E fiz com que ele chupasse o comprimido com as esponjas.. "Liga ao Armindo. - queres vê-lo? - não. A rapariga do porto tem que me dar alta, tens que dar o meu bi ao Ernesto para tratarem de tudo. Liga ao Moutinho." Eu respondi... "Já tenho a alta do porto... " Ele respondeu: "é para avançar?" "- se assim queres... Sim é para avançar..." É verdade, o Meu pai, pediu-me para iniciar a sua partida.. "Sabes, manda, isto é terminal, é para avançar...!" "É, pai, eu sei, e eu estou aqui.."

Pedi a minha Mãe que fosse tomar um banho descansada,, eu não ia deixá-lo... A minha mãe Foi... Tomar um banho.., Nunca beijei o Meu pai... Não era coisa nossa... Mas agarrei bem as mais dele... "Estamos aqui"... Quando a minha mãe voltou... Eu já lhe dizia "Se vires alguém que conheces: o teu pai.. A tua mãe... O teu padrinho... A tia são... Segue-os... O Pedro e a Inês vao ficar bem... Sabes que mesmo não estando aqui... Vais estar sempre Connosco..." Ele acenou, quase de uma firme psíquica, que sim... A minha mãe ouve isto e diz-me "oh manda".. Eu só disse... "Tem calma... Está na hora de partir... Vamos dar-lhe paz."

"Eu vou tomar conta da mãe" e apontei para a minha mãe, destroçada.... Queres que repetirá, pai?? Ele assentiu... Eu repeti "eu vou tomar conta da mãe. Prometo. O Pedro e a Inês vão ficar bem,. Eu trato de tudo... Vai em paz. Segue o teu caminho...." Vi o coração dele parar pelos menos 3 vezes.. "Oh coração forte.... Já não há homens como tu... Mas eu vou fazer o que posso... Deixa-te ir em paz, pai..." Já não há homens como tu... Aí como eu te adoro.... Só deus sabe..." Ele assentiu com os olhos... Agarrei as mãos do meu pai, como se eu própria estivesse a partir... A minha mãe, disse "pede perdão ao teu pai, nos não nos dávamos bem, mas pede-lhe perdão... Eu gostava dele e ele de mim... Ele suspirou.. Era o que faltava ouvir... A minha mao, estava sobre o seu peito e a outra agarrada as mãos daquele jovem da camisola verde... Eu percebi, que ele ia partir.. Estava tudo dito... Apertei-o com mais força... "Pai, estamos a pescar... Eu estou a brincar na água... Tu ralhas, porque te afasto os peixes... Mas estamos tão felizes... Vai em paz... Vais estar sempre connosco... E nos contigo..." E assim as 21h de há 15 dias atrás, 21 de novembro...de 2015, fechei os olhos do homem da minha vida. Vou tomar conta do que prometi. A tua mulher e dos meus filhos.. So help me good Obrigado por tudo o que tives-te tempo de ensinar ao meu Pedro... Acho que agora entendes porque quis tanto ter um rapaz... Quis alguém com o teu ADN... Alguen que juntasse a minha faceta feminina com a tua força masculina.. Guia o meu Pedro, o teu pedrinha... Que foi abandonado pelo pai, dois dias após o teu funeral... Não te peço ajuda.. Não te peço mais, do que me deste em educação e em apoio quando precisei... Mas olha pelo meu filho... Bate a janela... Se quiseres, eu não vou ter medo... Eu disse-te "sabes que gosto muito de ti!" A verdade é que sempre vivi para te orgulhastes de mim... Adoro-te levadas... Segue o teu caminho... Vou fazer o que posso..Untitled-1.jpg

p>


tags:
sinto-me: Meu querido, meu velho, meu

publicado por maaf às 15:40
A ultima música que cantamos juntos..
Meu, querido, meu velho, meu amigo...
maaf a 5 de Dezembro de 2015 às 16:25

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
16
18
19

22
23
24
26

27
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO